Top Ad unit 728 × 90

Últimas publicações

recent

Arquidiocese do Rio recebe a visita de monges budistas



Arquidiocese do RJ, 14 de setembro de 2014

A Arquidiocese do Rio de Janeiro, seguindo os preceitos do Papa Francisco, incentivador da cultura do encontro, acolheu no dia 12 de setembro, sexta-feira, em uma cerimônia formal, cerca de 45 monges do Budismo Primordial Honmon Butsuryu Shu (HBS), que vieram ao Brasil conhecer a comunidade budista do país e pregar a paz e o combate à intolerância religiosa. Estavam presentes os seminaristas do Seminário Propedêutico Rainha dos Apóstolos, além do babalawo Ivanir dos Santos, integrante da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa.

Na cerimônia, que teve como representantes das religiões o bispo animador da Comissão de Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso da Arquidiocese do Rio, Dom Roque Costa Souza, representante do Cardeal Arcebispo Dom Orani João Tempesta, o qual precisou fazer uma viagem de última hora e não pôde estar presente, e o Secretário Geral da HBS, Kimura Odoshi, além do Arcebispo do Budismo no Brasil, Kyohaku Correia, houve troca de presentes entre as religiões. O secretário Kimura presenteou Dom Roque com incenso japonês e um leque do 100º ano do Budismo no Brasil, onde se lê “zuiki”, que significa profunda alegria. E em nome da Arquidiocese, Dom Roque presenteou-o com o livro “Uma Jornada de Fé: Imagens da Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro”, lançado recentemente, em julho, durante a comemoração de um ano da Jornada Mundial da Juventude Rio2013.

Segundo o Secretário da Comissão de Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso da Arquidiocese do Rio, Diácono Nelson Águia, essa visita foi uma expressão do bom convívio da Igreja Católica com o Budismo e expressa o desejo de liberdade religiosa.


“Eles também prezam pela paz, pela compaixão, o amor ao próximo, pelo bem da humanidade e preservação do meio ambiente. Todas essas são expressões em comum conosco”, definiu.

De acordo com Dom Orani em seu discurso, que foi lido por Dom Roque, “a cultura do encontro, a que se referiu Papa Francisco quando estava no Rio de Janeiro para a Jornada Mundial da Juventude, em 2013, tenciona justamente promover esta integração de todos os valores que temos em comum direcionados para o que é bom, belo e digno do homem”, e isso é fundamental nos dias de hoje, em que há tanta violência e intolerância.

O secretário Kimura agradeceu a hospitalidade, e explicou o motivo da visita. Além disso, falou sobre os princípios do Budismo.

“Objetivamos a paz, o equilíbrio, a busca da sabedoria, a preservação do meio ambiente e muitas outras coisas, mas mesmo ao passar de três mil anos, isso ainda não virou uma realidade”, afirmou, acrescentando que a missão deles é continuar buscando alcançar esses objetivos e pregar a paz por todo o mundo.

Ao final, os monges presentearam os participantes do encontro com um cântico budista.
Arquidiocese do Rio recebe a visita de monges budistas Reviewed by Editor on segunda-feira, setembro 22, 2014 Rating: 5
Todos os direitos reservados — Renitência © 2013—2018
Hospedado no Blogger. Desenvolvido por Sweetheme.

Entre em contato conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.