Top Ad unit 728 × 90

Últimas publicações

recent

«Eu não sabia!»

“Eu não sabia que o vosso povo havia sofrido tanto!”, disse Francisco durante a celebração na catedral de Tirana, falando depois do testemunho de um padre e de uma religiosa que viveram a perseguição comunista. O Papa não sabe que o comunismo fez 100 milhões de vítimas? Ingenuidade na qual só tolos e cortesãos podem acreditar...


Tradução: Carlos Wolkartt – Renitencia.com

“Nesses dois meses, venho me preparando para esta visita, lendo a história da perseguição na Albânia. E para mim foi uma surpresa: eu não sabia que o vosso povo havia sofrido tanto!” — disse o papa Francisco, na celebração das Vésperas na catedral de Tirana, falando de improviso depois do tocante testemunho de um sacerdote e de uma religiosa que viveram a perseguição comunista. É surpreendente que um papa, um homem de cultura, não saiba que o ódio do comunismo causou 100 milhões de vítimas. Ingenuidade na qual só tolos e cortesão podem acreditar. No fim de junho de 2014, Bergoglio disse: “Eu digo apenas que os comunistas nos roubaram a bandeira. A bandeira dos pobres é cristã” e “na minha vida, conheci muitos marxistas bons como pessoas”. “É pecado pensar mal dos outros, mas com freqüência se acerta”, disse Andreotti. No entanto, é blasfêmia ou irreverência conjecturar que o “eu não sabia” do papa vindo do fim do mundo não seja imputável à ignorância, mas àquele tipo de “amor-simpatia-inveja” (não oficialmente revelado) pela ideologia mais nefasta do século XX? A teologia da libertação, recentemente reabilitada pelo papa Francisco, que outra coisa é senão a leitura do Evangelho com uma hermenêutica marxista? Depois do teatro da política, a surpresa do teatro da religião.
«Eu não sabia!» Reviewed by Editor on quarta-feira, setembro 24, 2014 Rating: 5
Todos os direitos reservados — Renitência © 2013—2018
Hospedado no Blogger. Desenvolvido por Sweetheme.

Entre em contato conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.