Top Ad unit 728 × 90

Últimas publicações

recent

Cardeal Kasper, por Dom Antonio de Castro Mayer


Por Dom Antonio de Castro Mayer
Monitor Campista – Renitencia.com

Para destacar a importância do Vaticano II, não bastou o sínodo especial, convocado por João Paulo II. Julgou-se necessário colocar na assembléia um elemento central que desse unidade a toda a atividade sinodal. Criou-se um "Secretariado especial". Conseqüência lógica: esse secretariado especial seria o espelho de todo o sínodo. Convém, pois, conhecê-lo como no-lo apresentam as revistas interessadas nos assuntos fundamentais da Igreja.

Pois o secretário especial do sínodo foi o professor de Tübingen, na Alemanha, Walter Kasper, "um teólogo", diz Chiesa Nuova (nº 162, abril, 1986), "tudo, menos ortodoxo, um dos mais insolentes modernistas". Colhamos alguns exemplos nos vários livros que editou: "Do homem e do mundo não se pode subir até Deus" (Introdução à Fé). O Vaticano I define precisamente o contrário, de maneira que é dogma de Fé: "Deus, princípio e fim de todas as coisas pode ser conhecido pela razão natural, a partir das coisas criadas" (Vat. I, ses. 3, cap. 2). Kasper ignora, e mesmo nega este dogma. "Do homem e do mundo", diz ele, "não se pode subir até Deus" (Ateísmo e linguagem, Roma, 1974). De modo geral, Kasper declara:

"Certos dogmas podem ser totalmente unilaterais, teimosos no desejo de ter sempre razão, estúpidos e precipitadamente prematuros. [!] Os milagres de Jesus Cristo vão à conta de fantasias que pretendem exaltar a Jesus Cristo."

Para Kasper, de fato, Jesus não passa de um dos tantos pregadores itinerantes de seu tempo, que conseguiu passar à posteridade.

O fato de os promotores do Sínodo sobre o Vaticano II terem escolhido Kasper como "o teólogo" do sínodo, indica a finalidade colimada por essa assembléia especial: a subversão da Cristologia e da Eclesiologia tradicional, ou seja, a Igreja nova a substituir a Igreja tradicional, fundada por Jesus Cristo e que é a Igreja Católica Apostólica Romana. Sua presença como teólogo do sínodo salienta o caráter punitivo do Vaticano II.

Campos dos Goytacazes, 13 de abril de 1986.
Cardeal Kasper, por Dom Antonio de Castro Mayer Reviewed by Editor on segunda-feira, setembro 12, 2016 Rating: 5
Todos os direitos reservados — Renitência © 2013—2018
Hospedado no Blogger. Desenvolvido por Sweetheme.

Entre em contato conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.