Renitência

Últimas publicações

recent

Ivereigh: uma equipe de cardeais ajudou Bergoglio a se eleger

Tradução: Carlos Wolkartt – Renitência.com

“Se for um conclave curto, Bergoglio será eleito papa. Você pode ter certeza disso.” Essas palavras foram sussurradas pelo cardeal britânico Cormac Murphy O'Connor pouco antes do início do conclave de 2013. Ele estava conversando com Austen Ivereigh, seu porta-voz na época. Essas palavras são agora repetidas em The Great Reformer: Francis and the Making of a Radical Pope (A Grande Reforma: Francisco e a Fabricação de um Papa Radical), uma biografia do papa Francisco publicada recentemente, escrita por esse mesmo Austen Ivereigh. O autor do livro sustenta que essas palavras provam a existência de uma “Equipe Bergoglio”, um grupo de cinco cardeais que teria angariado votos a favor do argentino. “E o cardeal belga Danneels estava entre esses cinco cardeais”, disse o vaticanista Tom Zwaenepoel. “Ele é mencionado sete vezes no livro.”

Teoria da conspiração

De acordo com o livro, a equipe fez lobby para Bergoglio não só em 2013, mas também no conclave de 2005. “Suponho que haja algo de verdade nisso tudo. Mas quanto?”, disse Zwaenepoel.

“Propagandismo e arrecadação de votos para um candidato específico são condutas ilegais e tornariam a eleição inválida. Mas há uma grande diferença entre fazer lobby para alguém e expressar simpatia por um determinado candidato em uma conversa informal. De acordo com o livro, Bergoglio sabia do lobby em 2013 e até teria dado sua permissão para isso. Mas essas declarações estão sendo omitidas nas versões mais recentes da biografia. Porque elas não são verdadeiras ou porque o Vaticano pressionou o autor a retirá-las? Nós provavelmente nunca saberemos com certeza.”

Em menos de dois dias depois que o livro chegou às livrarias, o Vaticano afirmou que as acusações eram todas falsas. Toon Osaer, porta-voz do cardeal Danneels, também não acredita em uma teoria da conspiração. “Se você visse o quão feliz Danneels ficou após o conclave, teria certeza de que Francisco era o seu candidato favorito. Mas isso não significa que houve algum tipo de plano para ajudar o argentino a chegar à cátedra papal. Eu posso te dizer com absoluta certeza que o cardeal não angariou votos para Bergoglio nos dias e semanas antes do conclave.”
Ivereigh: uma equipe de cardeais ajudou Bergoglio a se eleger Reviewed by Editor on quinta-feira, janeiro 22, 2015 Rating: 5
Todos os direitos reservados — Renitência © 2013—2018
Hospedado no Blogger. Desenvolvido por Sweetheme.

Entre em contato conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.